A nova campanha de perfuração programada pela PetroRio para o campo de Polvo, na Bacia de Campos, pode dobrar a produção da área. No momento, a empresa está negociando...


Clipping - Óleo e Gás
Novos poços podem dobrar produção de Polvo
13/11/2017
A nova campanha de perfuração programada pela PetroRio para o campo de Polvo, na Bacia de Campos, pode dobrar a produção da área. No momento, a empresa está negociando com a ANP a redução da alíquota de royalties do campo de 10% para 5%, para viabilizar o investimentos em dois novos poços.

O investimento nos dois prospectos gira em torno de US$ 40 milhões a US$ 60 milhões. Mesmo que a agência não aceite a proposta da petroleira, a ideia é realizar investimentos menores para aumentar fator de recuperação da área, como atividades com polímeros e injeção de água.

“Existem muitos investimentos para ser feitos no campo, além dos poços (...) Agora, estamos focados na redução dos royalties para conseguir fazer investimentos mais parrudos. Estamos falando de perfurações que podem mais que dobrar a produção”, explicou Blener Mayhew, CFO da PetroRio, durante conferência com analistas nesta sexta-feira (10/11).

A produção no campo deve passar por uma parada programada em janeiro para atividades de manutenção, inicialmente prevista para setembro, mas adiada após alguns procedimentos terem sido realizados com o campo ainda ativo.

Ao todo, a PetroRio produziu uma média de 7,6 mil barris/dia de óleo no terceiro trimestre de 2017, queda de 5% em relação ao volume produzido no trimestre anterior, que foi de 8 mil barris/dia. A redução está relacionada ao declínio natural da produção em Polvo, único ativo produtor de petróleo da empresa.

A petroleira também produziu 482 mil m³/dia de gás de julho a setembro, aumento de 8% na comparação com os três meses anteriores, quando a produção média do energético foi de 445,2 mil m³/dia. Todo o volume veio do campo da participação de 10% da companhia no campo de Manati, na Bacia de Camamu.

No momento, a PetroRio negocia a compra de novos ativos. Mayhew não descarta, inclusive, a possibilidade da empresa adicionar áreas em começo ou em meados da vida útil.

“Olhamos campos maduros mas não queremos nos limitar a eles. Estamos focados na aquisição de áreas em produção, seja qual for o estágio de vida delas. (..) São processos naturalmente complexos e demorados, mas grande parte das negociações que iniciamos no começo do ano ainda estão correndo”, explicou o CFO.

A PetroRio registrou lucro de R$ 16,4 milhões no terceiro trimestre, queda de 77% em relação aos R$ 71,5 milhões do mesmo período do ano passado. O faturamento da companhia entre julho e setembro somou R$ 110 milhões, diminuição de 21% na comparação com as receitas de R$ 139,2 milhões dos mesmos meses em 2016.
As notícias publicadas no clipping refletem as opiniões dos seus respectivos autores e não do Escritório. Sendo o clipping apenas uma reprodução das notícias extraídas de fontes diversas, o Escritório não se responsabiliza pelas informações publicadas ou por danos causados pelo uso dessas informações.
Fonte:  Brasil Energia  Link direto:  Clique aqui
Leia mais notícias sobre:  
Voltar
  Últimas Datas
21/11/2017
17/11/2017
16/11/2017
14/11/2017
10/11/2017
09/11/2017
08/11/2017
07/11/2017
06/11/2017
03/11/2017
01/11/2017
31/10/2017
30/10/2017
27/10/2017
26/10/2017

Para localizar um Clipping específico, utilize o formulário abaixo:

Busca por assunto / Busca por data
Infront Informatização Empresarial